Entrevistando Juliana Saracuza

6 nov

Ex atleta profissional do Vôlei Futuro, time de Araçatuba – SP e, agora, estudante de medicina da Unicid, Juliana Borges Saracuza, de 29 anos, concedeu uma entrevista ao Gloss no Esporte falando da mudança na sua vida, a paixão pelo esporte e pela nova profissão.

Gloss no Esporte – Com quantos anos começou a praticar esporte e qual praticava?

Juliana Saracuza – Comecei com 12 anos em Urânia – SP e só praticava vôlei.

GE – Porque escolheu o vôlei?

JS – Tinha um time na minha cidade e eu sempre via os treinos, já tinha vontade de treinar. Também tive algumas dores nas costas e o médico me indicou que iniciasse um esporte.

GE – Como você vê o vôlei feminino no Brasil?

JS – Tenho muito orgulho das meninas, sei o quanto elas treinam, se esforçam e independente do resultado, estarei torcendo sempre.

GE – Você jogava em um time profissional e decidiu sair para fazer faculdade. Porque essa decisão? Em algum momento teve duvida em continuar no Vôlei Futuro ou fazer Medicina?

JS – São dois sonhos e acredito que cada coisa tem sua hora. Joguei por 15 anos e aprendi muito, tanto profissionalmente quanto como pessoa. Muitos aprendizados que tive no vôlei me ajudam na Medicina e no relacionamento com outras pessoas. Quando comecei a amadurecer essa ideia, tive algumas dúvidas, mas logo tive muito claro o que queria e hoje me sinto muito feliz. Joguei todo esse tempo por amor ao vôlei e hoje me esforço e estudo por amor a Medicina. Espero muito poder ajudar as pessoas.

GE – Continua jogando na faculdade? Tem algum incentivo?

JS – Jogo e sou técnica do meu time de vôlei na faculdade, feminino e masculino. Não temos incentivo financeiro algum, mas nosso time tem melhorado muito, ganhamos os dois Jogos Universitários da Medicina (JUMED) que jogamos. Não sei se conseguiria me afastar totalmente do vôlei, treino bem menos do que eu estava acostumada, mas me sinto muito bem quando nosso time consegue evoluir em algum aspecto e também quando vejo a alegria das pessoas da nossa faculdade quando vencemos os jogos. Esses são meus incentivos. (Claro que se alguém quisesse nos patrocinar, não veria problema algum..rs)

GE – Pensa em algum dia voltar para o vôlei profissional?

JS – Sempre gostei de treinar e da rotina do vôlei, mas a Medicina ocupa todo meu tempo e realmente acredito que é uma área que precisa de muita dedicação, pois lida com vidas humanas. Quero muito ser uma boa médica, então não penso mais em jogar profissionalmente. Me dedico 100% a Medicina.

Algumas imagens durante os jogos e treinos da atleta:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: